segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Baixando e Configurando o Sdk do Android no Eclipse

Fala galera! Vamos aqui fazer a configuração de nosso sdk do Android para programarmos no eclipse

Este artigo visa mostrar os passos para instalar um ambiente de desenvolvimento de aplicações Android utilizando o SDK do Android e o Eclipse IDE.
Requisitos:
  • Eclipse 3.4 (Ganymede) ou mais recente
  • Eclipse JDT plugin (incluído na maior parte das distribuições Eclipse IDE (Para descarregar e instalar ou actualizar o Eclipse: http://www.eclipse.org/downloads/)
  • Existem vários pacotes do Eclipse disponíveis para cada plataforma. Para desenvolver aplicações Android recomendam-se os seguintes pacotes:
    • Eclipse IDE for Java Developers
    • Eclipse Classic (versão 3.5.1 ou mais recentes)
    • Eclipse IDE for Java EE Developers
  • JDK 5 or JDK 6
  • Android Development Tools plugin
Passo 1: É necessário fazer download do Android SDK e do Eclipse IDE. Basta descompactá-los para uma directoria específica (ex: c:\dev\ )
Passo 2: Iniciar o Eclipse, abrir o menu Help > Install new software

Adicionar esta localização https://dl-ssl.google.com/android/eclipse/ (para o Eclipse 3.5 Galileo ou 3.6 Helios)

Na caixa de diálogo Available Software , seleccione a checkbox Developer Tools e clique seguinte:
Na janela seguinte, será possível ver uma lista de ferramentas para ser descarregadas. Clique seguinte e aceite as licenças e clique Finish. Quando a  instalação terminar, reinicie o Eclipse.
Passo 3: Vá agora ao menu  Window> Preferences e escolha a opção Android. Clique no botão Browse.. e localize a pasta para onde extraiu o Android SDK ( c:\dev) e clique em Apply e depois Ok.

Passo 4: Clique no botão  e instale os pacotes disponíveis.



 
Depois disso é necessário criar um dispositivo virtual Android (Android Virtual Device ou AVD) que irá correr as aplicações que desenvolvermos sem necessidade de possuirmos um equipamento Android.



 

Agora é necessário escolher o nome e  alvo (target). Um Target define qual a API apropriada para o tipo de software que se pretende desenvolver , neste caso será a versão 3.0. É também necessário escolher a quantidade de memória disponível para o dispositivo virtual, se terá cartão de memória (neste caso 1024Mb) e o hardware que se quer emular (GPS, acelerómetro, trackball, GPS, bluetooth, ..).
Clicar em Finish.
De seguida, ir ao menu New > Project > Android para criar um, novo projecto.


 

De uma forma rápida fica o que é necessário preencher em cada campo:
Project Name:
Nome do projecto Android e também da directoria que irá conter os ficheiros do projecto.
Application Name:
Nome da aplicação. Este é o nome que irá aparecer no dispositivo Android (neste caso helloMobileStone).
Package Name:
Este é o namespace do pacote e segue as regras de naming do Java. É também o namespace onde a Activity (explicada a seguir) será criada. O nome do package deve ser único, para evitar conflitos nos nomes das classes (neste caso tst.mobilestone.net, é o nosso namespace reservado para testes). Ao desenvolver as suas aplicações deverá utilizar um namespace próprio que o identifique a si ou à empresa onde trabalha.
Create Activity:
Este é o nome da classe gerada pelo plugin. Esta classe é uma extensão (ver polimorfismo) da classe Activity do Android.
Uma Activity  é uma classe que pode ser executada. Pode ser usada para criar interfaces (mas não é obrigatório que o faça). Como a checkbox sugere, é opcional, mas uma Activity é quase sempre usada como base para uma aplicação.
Min SDK Version:
Este valor especifica a versão mínima da API requerida para executar a aplicação.
O nosso projecto Android está quase pronto para entrar em Acção. Escolha no painel do lado direito o ficheiro MobileStone.java e insira o seguinte código:
package net.mobilestone.tst;
import android.app.Activity;
import android.os.Bundle;
import android.widget.TextView;


public class MobileStone extends Activity {
/** Called when the activity is first created. */
@Override


public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
super.onCreate(savedInstanceState);
TextView tv = new TextView(this);
tv.setText(“Hello, Android”);
setContentView(tv);
}
}


Execute a aplicação:
O plugin ADT torna tudo isto bastante fácil:
Escolha o menu Run > Run.
Seleccione  ”Android Application”.
E finalmente o Eclipse ADT arranca a aplicação dentro do virtual device mostrando o seguinte resultado









 Então é isso galera! Após esta configuração vamos a nossa primeira aplicação no tutorial Primeira aplicação Android

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Admin: Bruno

Olá Galera! muito grato por estarem acessando nosso blog. Espero que seja possível transmitir de forma compreensível um pouco de meus conhecimentos em programação, para esta comunidade de desenvolvedores que cresce cada vez mais! Espero que Gostem! Abraço! E meu enorme obrigado à Renato Simões, Átila Soares,Wanderson Quinto, Emerson e a toda galera que sempre ajudou meu sincero obrigado....
Especialmente a Natalia Failache e Rita de Cassia que sempre apoiaram este sonho....

De seu amigo Bruno Rafael.